Por medo da violência, prefeito de Igrapiúna é acusado de abandonar a cidade

Metro 1

A suposta mudança de residência do prefeito Leandro Ramos (PSB), de Igrapiúna, para outras cidades da Bahia, tem causado polêmica entre os eleitores do município, que fica a 320 km de Salvador. De acordo com uma denúncia de um morador que pediu anonimato, o gestor estaria morando fora por conta da violência na região.

Segundo o vereador Neu (PMDB), único oposicionista na Câmara, Ramos não fica em Igrapiúna, no entanto, por outros motivos. “A gente considera que ele mora em Lauro de Freitas, em Salvador, porque tem apartamento lá, os filhos dele estudam fora. Ele fica três, quatro, cinco dias em Salvador e dois aqui no município”, disse ao Metro1.
IGRA
Embora não confirme que a motivação do prefeito é a violência, o vereador afirma que Ramos adquiriu um imóvel num condomínio fechado, fora da zona urbana do município. “Ele comprou uma residência em uma fazenda que tem um condomínio particular. Essa seria a mudança que ele pode fazer, para a fazenda, mas ainda é dentro do município. Mas hoje a avaliação que eu faço é que ele mora mais em Salvador”, acrescentou.

O vereador Neu disse ainda que o prefeito decidiu se mudar para evitar o assédio dos moradores do município. “Ele fica a maior parte do tempo fora, e nesses dois dias em que fica aqui, quer mudar por conta da questão política. Ele já se reelegeu, então, para o povo não ficar incomodando, vai para essa fazenda, que é de difícil acesso”, declarou.

Questionado pelo Metro1, o prefeito Leandro Ramos negou qualquer mudança de endereço, para dentro ou para fora de Igrapiúna. “Não mudei para fora do município, isso é uma inverdade. Continuo residindo no município, na mesma casa. Minha residência é aqui, não mudou. Apenas dois filhos meus estão estudando em Lauro de Freitas para se prepararem para o Enem. E eu tive um problema de saúde durante duas semanas e me ausentei do município. Fiquei em Itabuna fazendo tratamento médico. Minha terra é aqui, amo minha cidade e não saio daqui por nada”, afirmou.

III Celebra Cairu será neste sábado 25 de março

O III Celebra Cairu será realizado no próximo sábado (25\3), a partir das 15 horas, na praça do Cais, na Sede do Município. O grande evento reunirá fiéis e simpatizantes, das mais diversas Igrejas Evangélicas, na divulgação dos seus trabalhos, manifestações artísticas, cantando e orando plenamente a Unidade em Cristo.
III Celebra Cairu
O III Celebra Cairu tem o apoio da Prefeitura de Cairu, a partir da Lei nº 464, de 10 de dezembro de 2014, que instituiu março como o mês de “Celebração da Cultura e dos Movimentos Evangélicos”.

Prefeitura de Cairu e SENAC firmam convênio

Buscando oferecer mais oportunidades de capacitação para os cairuenses, o prefeito Fernando Brito assinou convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). A ação possibilitará a oferta de cursos em diversas áreas,principalmente as relacionadas com a atividade turísticas,nos distritos do município.

De acordo com Edson Caporazzo, secretário municipal do Turismo, o objetivo é que cada vez mais os cairuenses estejam aptos a desenvolverem com capacidade técnica a busca da excelência de atendimento nas diversas áreas, gerando emprego e renda através da principal atividade econômica do arquipélago, o Turismo. Em breve, será divulgado o cronograma dos cursos ofertados.
SENAC
A reunião e assinatura do documento aconteceu na Casa do Comércio, em Salvador, e contou com a presença da Superintendente de Educação Profissional do Senac Bahia, Liana Brandão, Fernanda Souza – gerente de Educação Profissional do Senac/ SAJ , do Secretário de Administração, Ricardo Palma, e do colaborador Emanuel Ribeiro.

Prefeitura de Cairu e Cruz Vermelha estreitam relações

A Prefeitura de Cairu estará estreitando relações com a Cruz Vermelha para implantar ações de prevenção e primeiros socorros no município. Na manhã da última sexta-feira (17), a secretária de Saúde,Italuana Guimarães,juntamente com a secretária Especial de Morro de São Paulo, Joelia Carvalho, e o secretário do Turismo,Edson Caporazzo, estiveram reunidos com Eliezer Lima -Coordenador Nacional de Primeiros Socorros, Esteban Palumbo -Coordenador Municipal e a Jerusa Costa -Membro da Comissão Diretiva Municipal para conhecer um pouco mais do trabalho desenvolvido. Participaram também da reunião o vereador Renatinho e o presidente da ACEC ( Associação Comercial e Empresarial de Cairu),Carlos Sautchuk.
Cruz Vermelha
A proposta é que seja estruturado um calendário de cursos,inicialmente de primeiros socorros,para atender todas as localidades do arquipélago. O público alvo destes cursos serão os marinheiros, guias e funcionários da rede hoteleira,pessoas que estão diretamente próximas aos turistas e que devem estar preparados para prestar os atendimentos iniciais em caso de emergência.

A entidade também promoveu,em Morro de São Paulo, um curso gratuito aberto à população de Formação Institucional e Primeiros Socorros Básicos na localidade. Ao redor do mundo, Cruz Vermelha atua em mais 192 países e conta com quase 100 milhões de voluntários.

CAMAMU: Prefeita Ioná Queiroz vistoria obras da rodovia de Barcelos do Sul que deve ser inaugurada ainda em março.

A estrada foi uma conquista da prefeita Ioná Queiroz, em sua gestão anterior, mas ainda faltava a sinalização para estar concluída. Em visita a Superintendência de Transportes da Bahia, no mês de fevereiro, a prefeita solicitou a conclusão e sinalização desta via. E a obra já está sendo executada.“Acredito que em abril, o povo de Barcelos, Camamu e todos que vistam o distrito de Barcelos do Sul já poderá viajar mais tranquilo, pois a sinalização da pista será concluída ainda neste mês de março. A estrada que era boa, está ficando melhor ainda, já que a sinalização oferece mais segurança”. Finaliza a prefeita Ioná Queiroz. Ioná

Ex-prefeita de Camamu é denunciada à Justiça Federal por fraudar licitações

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região recebeu denúncia contra a ex-prefeita de Camamu, Emiliana Santos, e outros sete envolvidos em fraudes e desvio de recursos públicos, descobertos durante a Operação Águia de Haia; segundo a denúncia, ‘os acusados fraudaram licitação para contratar supostos serviços educacionais de tecnologia da informação, com superfaturamento de contratos e desvio de recursos públicos do Fundo de Manutenção da Educação Básica’; segundo denúncia, a ex-Emilianaprefeita Emiliana Santos aderiu ao esquema em troca de propina no valor de 30% do montante pago pela prefeitura, orçado em mais de R$ 2,6 milhões

Preço da carne bovina deve cair no Brasil após operação da PF

A Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira (17), ainda deixa sequelas no setor alimentício brasileiro. De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o preço da carne bovina deve cair no país.

A suspensão da compra do produto por países estrangeiros forçará produtores que têm gado confinado e pronto para o abate a aumentarem a oferta para os frigoríficos nacionais. “A sorte é que há pouco gado confinado hoje no Brasil”, diz Ricardo Merola, fundador e ex-presidente da a associação nacional dos confinadores de gado (Assocon).
Carne
Os animais confinados ganham 1,8 kg por dia e, em cem dias, estão prontos para o abate. Já os que estão no pasto demoram em torno de 24 meses para chegar ao peso ideal.

A dúvida é se os frigoríficos, que devem ser beneficiados com a queda de preço num primeiro momento, repassarão a baixa aos supermercados.

Multa para quem jogar lixo na rua em Itabuna

Após a leitura em Plenário, dois projetos de lei encaminhados pelo prefeito Fernando Gomes começaram a tramitar na Câmara de Itabuna. A partir deles, os vereadores vão apreciar o descarte de lixo em logradouros públicos (aqui se insere o programa Itabuna Limpa) e a recriação da Agência de Regulação, Controle e Fiscalização dos Serviços Públicos de Itabuna (Arsepi).
lixo nas ruas
Para regulamentar o recolhimento dos resíduos, o Poder Executivo pretende multar estabelecimentos e cidadãos que jogarem lixo em local inadequado. A multa seria calculada em função da quantidade do descarte irregular. Nesse sentido, o Itabuna Limpa objetivaria, por exemplo, conscientizar a população, estimular a reciclagem, preservar a limpeza e prevenir alagamentos.

Referente à Arsepi, o prefeito sustenta que “a agência é indispensável para o aporte de recursos federais” dentro do Plano Nacional de Saneamento Básico. A mensagem do Executivo recorda que a autarquia já existia em Itabuna, mas foi extinta “sem a devida motivação”. Gomes solicitou que a recriação da Arsepi seja apreciada em regime de urgência pelos vereadores.

Nova comissão permanente

À Câmara, Charliane Sousa (PTB) propõe a formação da oitava comissão permanente da Casa: a de Políticas e Defesa dos Direitos da Mulher. O projeto de resolução é subscrito por doze vereadores. O novo órgão técnico, justificou a parlamentar, dará mais visibilidade à luta feminina ao aprofundar “questões que ameaçam a dignidade das mulheres, como violência e discriminação”.

Superintendência de Esportes de Cairu faz visitas de inspeção às comunidades

A superintendência de Esportes de Cairu, órgão vinculado à secretaria municipal de Políticas Sociais, vem cumprindo uma interessante agenda de visitas de inspeção às praças esportivas espalhadas pelo arquipélago cairuense.
EsporteEsporte1
No Galeão, o superintendente Chico Goleiro e equipe estiveram ao lado do vereador Paulinho analisando as condições do campo de futebol e da quadra poliesportivas, que serão otimizados com as reformas de suas estruturas, previstas pelo cronograma de obras da prefeitura de Cairu.

Na Gamboa, a inspeção da equipe de esporte foi concentrada na nova arena gamboense de futebol, ultimando detalhes visando a grande inauguração da bela praça esportiva.

Já na Sede do Município, a superintendência de Esportes acompanhou de perto o início dos trabalhos de medição para a instalação dos refletores da Arena Cajazeira, que possibilitarão a realização em alto nível de jogos também à noite.

DIA DA ÁGUA: Ambev convoca jovens brasileiros para ajudar no combate à seca do Semiárido

Março de 2017 – Cerca de cem brasileiros que estudam na China, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na Alemanha e em Portugal toparam o desafio proposto pela cervejaria Ambev e apresentaram alternativas para combater a crítica escassez hídrica enfrentada hoje pela população do Semiárido brasileiro.

Em parceria com a Brasa, maior associação de alunos do Brasil no exterior, a companhia acaba de anunciar os três grupos finalistas do chamado Desafio Água. O vencedor será divulgado no dia 1° de abril e receberá U$10 mil e consultoria técnica da Falconi para implementar o projeto.

“Estamos bastante empolgados com esse desafio. Acreditamos no potencial dos jovens brasileiros e em como eles podem mudar o futuro do país”, diz Renato Biava, diretor de relações corporativas, sustentabilidade e comunicação da Ambev.

Enquanto o ganhador não é anunciado, vale a pena conhecer melhor os projetos inovadores desenvolvidos pelos três finalistas:

Palmas Pra Vida – https://www.youtube.com/watch?v=eZKsANJQ9pc

Formado por estudantes brasileiros em Portugal, o grupo propõe o reaproveitamento de águas cinzas derivadas de uma escola municipal de Major Izidoro. A ideia é destiná-las para a irrigação de plantas que alimentam ao gado leiteiro da cidade que é a maior produtora da bacia leiteira de Alagoas. O projeto visa beneficiar tanto os pequenos agricultores quanto a comunidade escolar, que receberá educação ambiental e parte do leite produzido.

LDAPs & Banheiros Comunitários – https://www.youtube.com/watch?v=M0BulJktLzc

A solução do time que conta com universitários dos EUA pretende eliminar bactérias no esgoto por meio da energia proveniente de dejetos humanos, que seria usada para desativar os patógenos (fungos, vírus e protozoários) da própria excreção. Assim, diminuiria a proliferação de doenças transmitidas pela água derivada de banheiros. Essa tecnologia sustentável seria gerida por microempreendedores de ocupações irregulares.

Reciclágua – https://youtu.be/Ha_c1fxZHS4

Alunos da Alemanha, EUA e Inglaterra formam o grupo que sugere a adaptação de fossas sépticas para o reuso de água de resíduos orgânicos. Com vedação e estruturas de vidro, elas reaproveitariam energia solar. Assim, o ambiente agiria como estufa, permitindo a destilação da água, que poderia ser usada para lavar roupa, louça e tomar banho. Além disso, seriam gerados biogás (fonte de energia) e biofertilizante (para uso agrícola).

Todas as soluções propostas foram avaliadas pelos critérios de impacto social, escalabilidade (potencial de reaplicação em diferentes locais e comunidades), viabilidade e inovação. A comissão julgadora reúne membros da Ambev e Brasa. Os trabalhos finalistas incluem participantes das faculdades americanas Columbia, Duke e University of Massachusetts, da portuguesa Instituto Politécnico de Bragança, da inglesa University of Birmingham e da alemã Universitat Duisburg-Essen.