Category Archives: Meio Ambiente

Cobre e vanádio foram as estrelas da mineração baiana em 2018

Vanadio_Maracas_Divulgacao (1)
Em um ano em que a economia brasileira foi cercada por uma névoa de incertezas, a mineração baiana tem bons resultados para comemorar. O cobre e o vanádio, em alta no mercado internacional, foram os principais destaques de 2018, com perspectivas de manutenção de preços vantajosos nos próximos anos. Em franca recuperação desde sua aquisição pela canadense Ero Copper, ocorrida em 2016, a Mineração Caraíba deu início à operação da mina de Vermelhos, no Vale do Curaçá (norte baiano). Embora a produção ainda seja limitada, ela aumentará gradativamente podendo chegar a 27,5 mil toneladas nos próximos anos. Diante desse quadro, a empresa anunciou investimentos de US$ 96 milhões e a contratação de mão de obra.
ERO Copper - Mineraçåo Caraiba Copper Mine
A Caraíba é a principal empregadora do setor no estado, responsável por 15,5% dos postos de trabalho, o que representa 2,3 mil pessoas atuando em suas minas e planta de beneficiamento. O CEO da empresa, David Strang, é otimista em relação ao futuro. À revista especializada Brasil Mineral, ele disse que a previsão de produção da Caraíba está focada em “crescimento agressivo da produção e utilização da capacidade operacional das nossas instalações de processamento, que estão subutilizadas”.

Outra notícia de impacto no mundo da mineração foi a confirmação da existência de minério com teores de cobre de até 9,4% na região, em alguns dos cinco novos alvos investigados. A Caraíba tem um programa de investimentos de US$ 20 milhões visando descobertas de minério de alto teor na região do Vale do Curaçá.

O que deixa o mercado mais animado é a tendência de elevação do preço do cobre no mercado internacional. A Bahia pode ser beneficiada pela guerra comercial entre China e EUA, que deverá prosseguir pelos próximos anos mesmo com os sinais de pacificação emitidos recentemente pelos presidentes Xi Jinping e Donald Trump.

Para voltar a crescer em níveis idênticos aos de alguns anos atrás, o país asiático lançou um programa de grandes obras internas de infraestrutura e, para isso, terá de comprar muito cobre. Atualmente, a China adquire metade desse metal refinado produzido no planeta. Excelente condutor, o cobre é largamente utilizado em fios e cabos elétricos, material de primeira necessidade na construção civil.

Mas as preocupações com a sustentabilidade ambiental também aumentam o apetite do mundo pelo cobre, principalmente com o crescimento do mercado de carros elétricos, que usam componentes desse metal em suas baterias. Estimativas indicam que até 2027 haverá 27 milhões de ônibus e carros elétricos cruzando as ruas e estradas do mundo. Isso pode gerar uma demanda adicional de 1,75 milhão de toneladas durante esse período, sendo que hoje o planeta consome 23,9 milhões de toneladas/ano, segundo estudo feito pela Associação Internacional do Cobre.

“Na economia globalizada, não podemos deixar de aproveitar o bom momento para crescer e criar novas oportunidades para o trabalhador. o Governo do Estado será parceiro apoiando esse e outros empreendimentos”, diz a secretária de Desenvolvimento Econômico, Luiza Maia.

Vanádio

O vanádio foi a outra estrela da mineração baiana no ano que se encerra. Há algumas semanas, a também canadense Largo Resources recebeu autorização do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) para tocar o projeto de expansão da mina Menchen, no município de Maracás, centro-sul baiano. A empresa anunciou que pretende ampliar de aproximadamente 800 toneladas para 1 mil toneladas por mês a produção de pentóxido de vanádio.

O produto, um composto químico produzido a partir do minério, experimentou valorização no mercado global de 129% entre janeiro e outubro de 2018, animando os investidores. A grande alta foi provocada mundialmente pela escassez do minério e pela inexistência de estoques.

Considerado um supercondutor, o vanádio, combinado com o aço, também empresta resistência à corrosão a este metal utilizado largamente na construção civil e em maquinário de todos os tipos. A alta deve durar até pelo menos 2025, apontam alguns estudos. “O mercado está aquecido isso beneficia a Bahia”, comemora Ana Cristina Magalhães, coordenadora de Mineração da SDE.

Fonte: Ascom/SDE

MP cobra recuperação de prédio da Câmara; edifício é tombado pelo Ipac

Uma recomendação da Promotoria de Justiça de Valença, no Baixo Sul baiano, recomendou a restauração do prédio da Câmara Municipal da cidade. O imóvel é tombado pelo Ipac [Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia] e pelo Município. Conforme a promotora Lívia Sampaio Pereira, autora da recomendação, relatório técnico aponta o “péssimo estado de conservação do prédio da Câmara Municipal de Valença, inclusive o risco de desabamento da claraboia central do imóvel”.
camara_municipal
O prédio é de responsabilidade da prefeitura local. No texto, a promotoria estabeleceu prazo de 15 dias para o escoramento da estrutura do Lanternim do imóvel, com escoras de madeira ou metálicas. A providência terá de estar embasada mediante prévio projeto de escoramento, assinado por responsáveis técnicos. Já em prazo de 60 dias, a prefeitura terá de elaborar projeto de reforma e restauração que contemple toda a edificação, incluindo projeto de instalações elétricas, reforço da estrutura de cobertura e solução das causas do seu comprometimento. A recomendação foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico, na última sexta-feira (7). Bahia Notícias

Release Prefeitura de Cairu promove reunião sobre ordenamento das piscinas naturais de Moreré e Garapuá

IMG-20181205-WA0120

IMG-20181205-WA0124
A Prefeitura de Cairu, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável em parceria com a Secretaria de Turismo, Diretoria de Tributos e Procuradoria Jurídica, promoveu nesta terça-feira (04/12) em Boipeba uma reunião com a comunidade e representantes de diversos segmentos do trade turístico para tratar sobre o ordenamento das piscinas naturais de Moreré e Garapuá. A iniciativa contou com o respaldo técnico de pesquisadores do Instituto de Geologia e Oceanografia (IGEO) da Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Na principal pauta do encontro estiveram as medidas que serão implementadas nos próximos meses para conter os impactos ambientais causados pelo crescimento exponencial nos últimos anos do número de visitantes nas piscinas, bem como do número de lanchas. De acordo com os estudos técnicos elaborados pelo IGEO, é possível com um maior ordenamento dessa atividade, por meio de limitações no número de visitantes por dia e conscientização da comunidade e dos turistas, recuperar os recifes mais impactados.

Entre as medidas a serem implantadas estão: delimitação de uma área de freqüência exclusiva de banhistas, impedindo a navegação de lanchas por essas áreas, com a finalidade de evitar acidentes; definição de locais de acesso para entrada e saída das lanchas na região das piscinas; limitação diária de freqüência de banhistas a 1000(mil) pessoas por dia, tanto nas piscinas de Moreré, como de Garapuá, além do início de um programa permanente de monitoramento do impacto causado pelos banhistas nos recifes de corais para que se possa produzir um zoneamento especifico do uso destas piscinas.

De acordo com o prefeito Fernando Brito, os recursos para realização destas ações serão provenientes da TUPA (Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago) que hoje é cobrada dos visitantes ao ingressarem no arquipélago por Morro de São Paulo. ” A TUPA tem por finalidade preservar o patrimônio do nosso arquipélago, hoje o crescente aumento de visitantes nas piscinas naturais colocam em risco a preservação desse rico ecossistema. Por isso, precisamos encontrar meios de preservar esse patrimônio natural, tanto para as futuras gerações de cairuenses como para garantir uma atividade turística sustentável”, enfatizou o prefeito.

Segundo a engenheira ambiental e secretária de Desenvolvimento Sustentável, Fabiana Pacheco, as ações serão complementadas com o desenvolvimento de campanhas de conscientização ambiental. “Temos a responsabilidade de assegurar a preservação destas piscinas, trabalhando com a comunidade e os turistas acerca das atitudes necessárias para uma conduta ambientalmente consciente”, destaca.

Peixes capturados na competição de pesca artesanal realizada em Morro de São Paulo são doados para famílias em situação de vulnerabilidade social

IMG-20181203-WA0056

A competição de pesca artesanal que reuniu pescadores nas categorias saveiro, lancha e canoa, realizada no último final de semana em Morro de São Paulo, com o apoio da Prefeitura de Cairu e parceria da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca do Governo Federal, além de valorizar a atividade pesqueira também teve um viés social. Os mais de 200 kg de peixes capturados no torneio foram distribuídos pela Secretaria Municipal de Políticas Sociais para as famílias em situação de vulnerabilidade social que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV.
IMG-20181203-WA0043
De acordo com a secretária de Políticas Sociais, Adriana Brito, o pescado foi doado nos núcleos de atendimento que abrangem Gamboa, Morro de São Paulo e Zimbo. ” Durante o planejamento da competição incluímos a doação dos peixes como uma forma de retorno do torneio à comunidade, assim além de incentivar a pesca e proporcionar uma competição para pescadores, também colaboramos com as famílias carentes da própria localidade”, ressaltou a secretária.

Rede elétrica de Morro de São Paulo recebe melhoramentos

IMG-20181202-WA0020

A expansão de Morro de São Paulo nos últimos 15 anos, com o surgimento de novos estabelecimentos comerciais e também novas residências, além do intensivo fluxo de turistas, elevaram o consumo de energia elétrica da localidade que é o 3° destino turístico da Bahia. Na contramão destes fatores, até então foram realizados poucos melhoramentos na rede elétrica para sustentar o aumento da demanda de consumo. Por isso, a gestão do prefeito Fernando Brito fez uma interlocução junto ao Governo da Bahia para buscar com a Coelba uma intervenção que solucionasse os problemas provocados pelas constantes quedas de energia.

IMG-20181202-WA0010

Já tiveram início nos últimos dias do mês de novembro, a primeira etapa dos serviços de melhoramento que englobam 162 postes e 24 transformadores. Os trabalhos tem supervição da Secretaria Especial de Morro de São Paulo e abrangem a Vila, Mangaba, Zimbo, imediações do Farol, além das Primeira, Segunda, Terceira e Quarta Praias. As melhorias corrigirão as falhas de tensão de voltagem no município, otimizando o fornecimento de energia.

IMG-20181202-WA0013

Paralelo a estes melhoramentos, a Prefeitura de Cairu realizou durante o segundo semestre deste ano a ampliação da iluminação pública no Zimbo II, Alto da Mangueira e Areal.

Morro de São Paulo recebe competição de pesca artesanal

MSP

Ação conta com apoio da Prefeitura de Cairu e tem uma parceria com a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca do Governo Federal

Entre os dias 30 de novembro e 03 de dezembro, acontece em Morro de São Paulo a Competição de Pesca Artesanal. O evento conta com apoio da Prefeitura de Cairu e tem parceria com a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca do Governo Federal. O torneio conta com três categorias: lancha, saveiro e canoa ribeirinha. Os primeiros lugares receberão prêmios em dinheiro.

Os interessados em competir na categoria lancha podem se inscrever através do telefone (71) 9 8826-7042. Já quem tem interesse em participar do Torneio de Pesca nas categorias saveiro e canoa ribeirinha deve se inscrever através do telefone (75) 9 8836-5035. As inscrições serão feitas com a doação de um quilo de alimento não perecível.

O evento também conta com um campeonato de futevôlei e uma programação cultural, com atrações locais e exposição fotográfica. Além disso, haverá stands com apresentação de serviços turísticos ligados a animais marinhos e exposições fotográficas. Parte dos produtos pescados serão entregues à Secretaria Municipal de Políticas Sociais para distribuição entre famílias de baixa renda da região.

“É uma felicidade para a Prefeitura de Cairu receber esse evento em Morro de São Paulo. Incluímos a modalidade de pesca com canoa ribeirinha para dar a oportunidade para a comunidade também competir. Temos vocação para o turismo náutico e essa ação reforça a nossa característica, além de contribuir positivamente para a economia local”, afirma o prefeito Fernando Brito.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA: LK COMUNICAÇÃO

Morro de São Paulo sedia a IV Paradise Run

750_esporte-morro-de-sao-paulo-corrida_2018112016355490
Por: Claudia Lessa
Morro de São Paulo sedia, neste sábado (24), a quarta edição da maratona Paradise Run. A corrida, que começa às 8h, com a largada kid, com percursos de 100 m, 200 m e 400 m, e às 8h30, com a largada dos 6 km e 16 km. Os atletas percorrem locais pouco explorados, passando por pistas de barro, areia, grama e mangues. O trajeto de volta da corrida é pelas praias na maré baixa. Os inscritos podem retirar o kit a partir desta sexta (23) na loja da Cassi Turismo, em Morro. As premiações estão previstas para às 10h. O Paradise Run Morro de São Paulo 2018 é um evento promovido pela prefeitura de Cairu, através da Secretaria do Turismo, e pela empresa de fomento ao esporte ‘Ambiance’.

O Paradise Run destaca Morro de São Paulo como um destinos de aventura, além das belezas naturais e do agito noturno, que já atraem muitos turistas. As águas claras e mornas oferecem ótimas opções para a prática de esportes. Entre as atividades oferecidas pelo lugar, que é um dos principais destinos turísticos do Brasil, destaque para o esqui aquático, o windsurf e a canoagem, além dos mergulhos guiados pelas piscinas naturais e o salto de tirolesa. Com 57 metros de altura e outros 347 de comprimento, a tirolesa de Morro de São Paulo é uma das maiores em queda livre sobre o mar do Brasil.

Certificado do MTur inclui Cairu no Mapa do Turismo Brasileiro

Screenshot_20181109-161944

O município arquipélago de Cairu obteve – por meio do Programa de Regionalização do Turismo e dos Interlocutores Estaduais do PRT – certificado do Ministério do Turismo (MTur) que o inclui no Mapa do Turismo Brasileiro 2017/2019. Cairu permanece na posição A no Mapa do Turismo Nacional, instrumento que mede o desempenho econômico dos municípios brasileiros no setor. No ranking, que vai de A a E, 150 cidades da Bahia foram classificadas, mas só quatro tiveram a posição A: além de Cairu, Salvador, Porto Seguro e Mata de São João.

A emissão online do certificado foi liberada pelo Ministério do Turismo, o documento serve para comprovar que o município está incluído no Mapa enquanto integrante dos 3.285 destinos brasileiros que tem no turismo uma fonte de geração de empregos e renda.

O prefeito Fernando Brito destacou a importância da certificação e enfatizou também o papel do turismo como uma das formas de promover o desenvolvimento econômico do município. A certificação é necessária para que Cairu possa cadastrar projetos e pleitear recursos junto ao Ministério do Turismo. A próxima atualização do Mapa acontecerá em 2019.

Empreendimentos de Energia Solar e produção de uva aquecem economia no semiárido baiano

Por: Michel Dória
untitled

Projetos que têm ajudado no crescimento econômico do Vale do São Francisco, no semiárido baiano, foram visitados por comitiva da Secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico, na quinta-feira (08). No município de Casa Nova, a Vinícola Terranova, do Grupo Miolo, já é responsável pela produção nacional de 80% dos espumantes da marca. Já em Juazeiro, a usina solar da Atlas Renewable Energy emprega mais de 1,5 mil trabalhadores da região.

“Ambos os investimentos desempenham papel estratégico, tanto na geração de emprego, quanto no desenvolvimento territorial do nosso estado. A energia limpa produzida nas quatro usinas da Atlas pode beneficiar 250 mil famílias da região. E a Miolo recebe 50 mil visitantes por ano, por meio do roteiro do Vapor do Vinho, aquecendo assim o Enoturismo local”, destacou a titular da pasta, Luiza Maia.

O parque solar da Atlas Renewable Energy gera 156 MW de potência e possui 450 mil painéis fotovoltaicos. “Além de Juazeiro, a empresa tem usinas solares também em Bom Jesus da Lapa e vai implantar outra em Barreiras. Já investimos na Bahia cerca de R$ 1,1 milhão, com 3,5 mil empregos gerados em 2018″, disse o espanhol Luís Pita, diretor Geral da Atlas no Brasil.

A tecnologia adequada e investimentos sérios, que valorizam as potencialidades do Rio São Francisco são o segredo do sucesso da vinícola da Miolo Wine Group Vitivinicultura, na opinião do gerente Regional, Adauto Quirino Jr. “Nada é parecido no Brasil, em termos de tecnologia de agricultura, com aquilo que temos aqui no Vale do São Francisco”, destacou.

Com 200 hectares plantados e irrigação por sistema de gotejamento, graças às águas do Velho Chico, a Miolo realiza duas colheitas anuais, produzem 4 milhões de litros, por ano, sendo 2 milhões de litros para espumantes e vinhos e 2 milhões para destilar. A empresa gera 150 empregos diretos. “O grupo pretende ampliar ainda mais a produção e tem nosso apoio, pois contribuem com o desenvolvimento do nosso semiárido baiano”, reforçou a secretária Luiza Maia.

FONTE: Ascom/SDE

Prefeitura de Cairu instala boias e cordas para delimitar área de banho na Praia de Gamboa do Morro

Boia
Boia1
A Prefeitura de Cairu, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, instalou no último dia 19 boias e cordas de sinalização com objetivo de proporcionar maior segurança, bem como, advertir sobre os lugares mais perigosos aos banhistas que frequentam a Praia da Gamboa.

Todo o material foi adquirido por meio das ações de compensação ambiental promovidas pela gestão municipal a partir da emissão de licenças ambientais. “Dentre as compensações acordadas para o licenciamento, recebemos essas boias e cordas para delimitar os locais para banho seguro na Gamboa e ordenar o uso das áreas destinadas aos banhistas e embarcações” afirmou Fabiana Pacheco, Secretária de Desenvolvimento Sustentável.

O empreendedor e morador da Gamboa, Gilberto Brito, conhecido popularmente como Bel, ressalta a importância da iniciativa da Prefeitura de Cairu. “Estabelecer áreas para navegação e para banho traz maior conforto, tranquilidade e segurança para quem frequenta nossa praia para momentos de lazer e descontração”, afirmou.

Para curtir sua praia sem sustos, a Prefeitura de Cairu faz alguns alertas: procure ficar sempre atento e respeitar a área delimitada; evite entrar no mar após ingerir bebidas alcoólicas; observe a sinalização ou consulte o salva-vidas sobre as condições do mar; não confiar demais em suas habilidades e nem em seus limites no mar; procurar não ultrapassar profundidades superiores à cintura; evitar entrar na água à noite, pois é uma prática arriscada, que consta nos principais manuais de segurança de praias brasileiras.