Monthly Archives: setembro 2014

Marcos Mendes diz que pesquisas são ‘completamente manipuladas’

Com pequenos índices de intenções de votos em todas as pesquisas realizadas, Marcos Mendes (PSOL) afirmou na madrugada desta terça-feira (30) que todas as pesquisas “são completamente manipuladas”. “Nós só aparecemos quando pesquisa a rejeição, aí nós aparecemos. Mas nas outras pesquisas nós não aparecemos. Inclusive foi comprovado, eu posso dizer até o nome da pessoa. Quando foram lá não tinha o nome da gente. A mesma coisa aconteceu em Juazeiro”, afirmou o candidato ao governo do estado. Segundo ele, tanto o Ibope quanto o Bapesp foram desmoralizados pelo jornal A Tarde, que entrevistou o estatístico Denivaldo Fernandes, especialista em marketing político e eleitoral e fiscal do Conselho Federal de Estatística da 5ª Região (Bahia, Minhas Gerais e Sergipe). “São pesquisas encomendadas e irresponsáveis. Uma já é chamada DataNilo, porque favorece Rui Costa e a outra DataNeto, porque favorece Paulo Souto. Não acreditamos nessas pesquisas”, criticou o postulante do PSOL. Para ele, nada muda para os últimos dias da campanha. “Nós vamos fazer o debate amanhã (hoje) da mesma forma que estamos fazendo: de maneira técnica”, prometeu. – por Luiz Fernando Teixeira/ Fernando Duarte.Marcos mendes

‘Temos de nos preparar para uma greve longa’, diz sindicato dos bancários

Os trabalhadores de bancos da Bahia e mais 20 estados entraram em greve por tempo indeterminado nesta terça-feira (30). A expectativa do sindicato dos bancários baiano é de que a paralisação dure um bom tempo. “Temos de nos preparar para uma greve longa. Para isso, é fundamental a participação da categoria para o sucesso do movimento”, espera o presidente da Federação da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza. A categoria defende o reajuste salarial de 12,5%, com ganho real de 5,8%. Já a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) é de 7,35%. Uma nova assembleia está marcada para quarta-feira (1º), às 18h30, no Ginásio de Esportes, para avaliar a paralisação. Greve

Dilma tem 40%, Marina 24% e Aécio 18%, indica Vox Populi

Pesquisa Vox Populi divulgada na noite desta segunda-feira, 29, pela Rede Record, mostra vantagem de 16 pontos da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, sobre Marina Silva (PSB) no primeiro turno e de 7 pontos no segundo. No primeiro turno, o levantamento aponta Dilma com 40% das intenções de voto contra 24% de Marina e 18% do candidato Aécio Neves (PSDB). Votos em branco e nulos são 6% e indecisos, 11%. Na pesquisa anterior, divulgada na quinta-feira, 25, pela revista CartaCapital, Dilma aparecia com 38%, Marina, com 25%, e Aécio, com 17%. Na simulação de segundo turno, Dilma aparece com 46% contra 39% de Marina. Na mostra anterior, a petista somava 42% contra 41% da pessebista. Os votos em branco e nulos somam 9%, e os indecisos, 6%. Num cenário que considera Aécio o adversário de Dilma, a petista tem 48% contra 38% do tucano. Na mostra anterior, a presidente tinha 45% contra 37% do senador. Os votos em branco e nulo somam 9%, e os que não sabem ou não responderam, 5%

Os candidatos Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% nas intenções de voto cada. Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO), Mauro Iasi (PCB), José Maria de Almeida (PSTU) não pontuaram. Em termos numéricos, Dilma possui a maior parte da preferência em todas as regiões do País, de acordo com a pesquisa. No Sudeste, maior colégio eleitoral, ela alcançou 29%, contra 26% de Marina e 21% de Aécio. Os adversários têm 2% juntos, votos em brancos e nulos totalizam 9% e indecisos são 14%. No Nordeste, a presidente obteve 60% das intenções, contra 20% de Marina e 8% de Aécio. Os demais concorrentes somaram 1%, enquanto em branco e nulos são 4% e indecisos, 6%. No Sul, Dilma atingiu 35%, contra 29% de Aécio e 17% da ex-senadora. Os demais somam 3%, em branco e nulos são 4% e os indecisos, 12%.

No Centro-Oeste e Norte, a petista tem 40%, Marina, 28%, e Aécio, 19%. Outros candidatos totalizam 1%, em branco e nulos são 2% e os eleitores que não sabem ou não responderam atingiram 10%. O Vox Populi, contratado pela Rede Record, entrevistou 2 mil eleitores em 147 cidades do País entre 27 e 28 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00888/2014.

Daniel Galvão, Agência EstadoDilma e Wagner metrô

Escolher ‘a presidente’ não é um voto simples, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta segunda-feira, 29, que “escolher a presidente da República não é um voto simples”. “É (escolher) quem vai tomar conta de uma família que tem 200 milhões de filhos”, disse, durante comício em Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, ao lado da presidente Dilma Rousseff e do candidato ao governo do Estado Alexandre Padilha. O ex-presidente voltou a criticar a imprensa e fez um “chamado” à militância. Segundo ele, é a hora colocar a camisa vermelha do PT e ir pra rua. “É importante dizer nesses quatro dias para os que não gostam da gente e para aqueles que queriam que o Brasil fosse como há 12 anos a força do partido.” Lula fez novas críticas ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), disse não entender por que ele está tão à frente e disse que “fica imaginando o dia que o PT governar São Paulo a revolução que a gente vai fazer”. “Se eleger o Haddad (Fernando Haddad, prefeito da capital paulista) foi bom,imagina eleger o governador e a presidenta”, completou.

DataNilo indica empate em sucessão baiana

A Pesquisa Babesp (ou DataNilo, se preferir), encomendada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), aponta empate entre os candidatos Paulo Souto (DEM) e Rui Costa (PT) na disputa pelo Palácio de Ondina. O democrata, na sondagem geral, aparece com 35% e o petista com 34%, seguido de Lídice da Mata (PSB) com 6%. Quando os apoios são colocados em cena, o quadro muda e Rui abre vantagem de cinco pontos contra seu adversário. Ao lado dos nomes de Dilma, Lula e Wagner, o governista chega a 38% e Souto ao lado de Aécio Neves e ACM Neto fica com 33% e a socialista com Marina, 7%. No segundo turno, o quadro segue: Rui com 40% e Souto com 37%. Já no cenário nacional, a presidente Dilma Rousseff aparece com 56%, contra 22% de Marina Silva (PSB) e 11% de Aécio. O instituto aplicou os questionários em 2.000 eleitores, em 85 municípios do estado.

Raio Laser, Tribuna da Bahia

9b2e32698f0095c0a0bdb65dd4964298Foto: Montagem Política Livre

Lídice da Mata quer demissão de 10,5 mil cargos comissionados

O fim de semana foi cheio para a candidata ao governo da Bahia, Lídice da Mata (PSB), cuja agenda de compromissos incluiu comícios no interior da Bahia, uma caminhada em Nordeste de Amaralina e comício em Camaçari, que comemorou 256 anos. Em seu discurso, a postulante afirmou que o estado anda mal das finanças e que os gastos com pagamento de pessoal representam 47% da arrecadação, já no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. A socialista disse ainda que irá cortar 10,5 mil cargos comissionados, ocupados por indicação política, com o objetivo de garantir o orçamento para a contratação de mais funcionários para áreas prioritárias como educação, saúde e segurança públicas. Ainda de acordo com ela, esse novo efetivo entraria por meio de concursos públicos. “Vou fazer concursos para professores, médicos e profissionais da área de saúde e convocar os concursados da Polícia Civil, Polícia Militar e coordenadores pedagógicos. Vou também valorizar os funcionários estaduais como fiz quando fui prefeita de Salvador, o que até hoje é reconhecido pelos funcionários municipais. Aliás, tenho orgulho de ter esse reconhecimento”, disse

Ibope mostra empate entre Geddel e Otto ao Senado

A nova pesquisa Ibope/TV Bahia divulgada hoje à noite também mostrou a disputa pela vaga de senador da Bahia, revelando um crescimento substancial do candidato Otto Alencar (PSD). Geddel Vieira Lima (PMDB) mantém a liderança com 33%, mas já é seguido de perto por Otto, com 29%. Eliana Calmon (PSB) está em terceiro lugar com 4%. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 00026/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00763/2014.

Sou a ficha mais limpa de SP, diz Maluf a amigos

Malufpor Fausto Macedo e Mateus Coutinho | Estadão Conteúdo

Orientado por seu corpo de advogados a não conceder entrevistas, até que a pendência eleitoral tenha fim e todos os recursos esgotados, o deputado Paulo Maluf (PP-SP) disse a interlocutores nesta quarta feira (24) que recebeu mais de 60 ligações em seu celular, segundo ele manifestações de solidariedade, “de gente irritada (com a decisão que pode afastá-lo da disputa eleitoral), inclusive de gente importante”. “Tenho a consciência que eu sou a ficha mais limpa da cidade de São Paulo”, ele disse a um velho conhecido. “Quando ando pela cidade me orgulho das obras que eu fiz.”Ele planeja novas carreatas até as eleições. NesSa quinta- feira, 25, vai às ruas em uma carreata pela região do Brás, na capital paulista, e estima que no próximo dia 5 de outubro poderá repetir a performance das eleições de 2010, quando recebeu quase 500 mil votos. “Perdi para o Tiririca”, comentou com um outro conhecido. “Pelas ruas de São Paulo onde passo em carreata eu vejo a gratidão por tudo o que está acontecendo no Brasil, o pessoal reconhece hoje que quem trabalhou muito por São Paulo foi Paulo Maluf.” A um outro interlocutor ele demonstra inconformismo com o fato de ter sido condenado por improbidade. “Esse túnel (Ayrton Senna) tem mais de 18 anos, passa debaixo do lago do Ibirapuera e nunca caiu uma única gota. Devo me arrepender de ter construído?” Procurado pela reportagem, Maluf não deu retorno. A assessoria de sua campanha, contudo, divulgou nota afirmando que ele vai apresentar recurso interno ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a decisão da Corte que na terça, vetou sua candidatura à reeleição para a Câmara. Por quatro votos a três, o TSE aplicou a Lei da Ficha Limpa para impedir a candidatura de Maluf, que, em dezembro de 2013, foi condenado por improbidade administrativa – quando prefeito de São Paulo (1993-1996), ele autorizou a construção do túnel Ayrton Senna, obra superfaturada, segundo­ o Ministério Público Estadual. Na nota, os advogados do parlamentar afirmam que vão entrar com recurso “pleiteando esclarecimentos sobre pontos controvertidos contidos na decisão acerca da sua candidatura a deputado federal”. “Enquanto isso o deputado está autorizado a continuar com sua campanha eleitoral, aparecendo no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e a fazer campanha nas ruas”, diz a nota, subscrita pelos advogados Eduardo Nobre e Patrícia Rios e por seu assessor de imprensa, Adilson Laranjeira. “Por força do referido recurso a questão permanece sub judice, o que autoriza a candidatura do sr. Paulo Maluf à deputado federal, conforme o artigo 16-A da Lei Federal número 9.504 e artigo 17 da Resolução 23.404 do TSE”, assinala o texto. O artigo 17 dispõe que “o candidato cujo registro esteja sub judice poderá efetuar todos os atos relativos à sua campanha eleitoral, inclusive utilizar o horário eleitoral gratuito para a sua propaganda, no rádio e televisão”.

Lewandowski despacha como presidente da República

:

Por uma hora, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, assinou atos como chefe do Executivo, substituindo constitucionalmente a presidente Dilma Rousseff, em viagem aos Estados Unidos para a 69ª Assembleia Geral da ONU; ele acumula os cargos até o início da noite desta quarta-feira 23, quando o avião de Dilma entrar no território nacional; ele foi o 5º presidente do Supremo a assumir a Presidência da República(Brasil 247)

Wagner elogia FHC e rejeita pancadaria contra Marina

Governador da Bahia acredita que a campanha do PT não colherá dividendos descredenciando FHC, do PSDB de Aécio Neves, e Marina, que foi ministra de Lula; “O Brasil está infinitamente melhor. Assim como ficou infinitamente melhor depois de Fernando Henrique, para não dizer que eu acho que o Brasil começou com o PT”; sobre Marina, que foi sua colega de Esplanada dos Ministérios, o petista afirma que ela não merece ser desqualificada; “Tenho maior carinho e respeito por ela, por isso acho que não tem que desqualificar”(Brasil 247)