Monthly Archives: abril 2017

Secretaria da Cultura promove ciclo de conversas com a comunidade

No último dia 24/04, a secretaria da Cultura realizou uma roda de conversas com moradores do bairro Nossa Senhora da Luz buscando realizar uma escuta sobre a cultura local com a comunidade e também compartilhar informações sobre a Fortaleza do Morro de São Paulo,que encontra-se com suas obras de restauro em fase de conclusão. O encontro contou com a presença da museóloga Ana Coelho do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – Ipac e Liliana Leite,diretora executiva do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul -IDES.
Roda Conversa Cairu
Na pauta do diálogo, além do projeto de restauro da Fortaleza,realizado via Lei Rouanet com recursos do BNDES,também foi abordado o Museu do Território que subsidiará o plano museológico da Fortaleza. Todo este trabalho está sendo feito através de uma grande governança no âmbito municipal, estadual e federal, e que conta também com representação da comunidade local.
Para a secretaria da Cultura, Graça Peleteiro, ações como estas são importantes por incluir a comunidade na discussão do patrimônio e por criar ações integradas com artistas, artesãos e grupos culturais o que certamente contribuirá para o fortalecimento da cultura cairuense.

Prefeitura de Cairu inicia obras do novo atracadouro de Boipeba

Ponte Boipeba

A Prefeitura de Cairu, através da secretaria de Planejamento Urbano e Infraestrutura, deu início as obras do novo atracadouro de carga e descarga de Boipeba. A obra era uma reivindicação recorrente da comunidade devido ao crescimento da localidade nos últimos anos.

O novo atracadouro possibilitará o desafogamento do píer de passageiros, já que será utilizado exclusivamente para carga e descarga de materiais. A expectativa é que o novo terminal incentive os investimentos e o desenvolvimento da ilha, uma vez que facilitará o acesso das cargas ao distrito.

De acordo com o prefeito Fernando Brito,outras obras importantes para Boipeba estão no planejamento da gestão municipal, a exemplo da Praça Santo Antônio cujo projeto já foi entregue e protocolado junto a secretaria Estadual do Turismo

Centrais sindicais prometem ‘greve geral’ no dia 28 e atos no Dia do Trabalho em Salvador

Os movimentos sociais e centrais sindicais convocaram para a próxima sexta-feira (28) uma greve geral em todo o Brasil. O objetivo é protestar contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo do presidente Michel Temer, além da terceirização irrestrita, aprovada recentemente na Câmara dos Deputados e sancionada pelo peemedebista. Na Bahia, entidades como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, além da CTB, UGT, NCST, CSB e CSP Conlutas prometem cruzar os braços.

De acordo com Cedro Silva, presidente da CUT-BA, as categorias vão paralisar os trabalhos em Salvador, em cidades da Região Metropolitana e em outros municípios baianos, como Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna e Ilhéus. Ele classifica as medidas de Temer como “retrocessos” que tiram direitos dos trabalhadores. “Resolvemos parar contra o conteúdo das reformas e como elas estão sendo feitas. O trabalhador não tem mais segurança que um dia vai se aposentar. As reformas só privilegiam patrões e deixam trabalhadores desassistidos”, criticou em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda segundo Cedro, na capital baiana, os atos começam por volta das 6h, mas em local a ser definido durante a semana.

À tarde, a partir das 16h, os trabalhadores farão uma caminhada no bairro do Campo Grande e, por volta das 18h, reúnem-se no Rio Vermelho para um balanço sobre o dia de mobilização. Ele também fez um apelo a quem não puder ir ao trabalho no dia 28 – o Sindicato dos Rodoviários deve aderir à greve geral, deixando a cidade sem ônibus. “A gente orienta que os diretores sindicais vão para suas bases para garantir que não haverá trabalho. Quanto às pessoas que não forem trabalhar, não tem necessidade delas pessoas irem para as ruas. Fiquem em casa. Não tem ônibus, é uma coisa insegura”, pediu. Já o presidente da Força Sindical na Bahia, Emerson Gomes, afirma que a entidade ainda está construindo sua agenda de mobilizações, mas esboça atos para o dia 28. “Por determinação da direção nacional da Força Sindical, estamos realizando diversas assembleias para discutir isso. A possibilidade é de várias atividades, passeatas. Vamos ter um balanço sobre isso na quarta-feira. Vai ficar a cargo de cada diretoria decidir como se mobilizar”, explicou Gomes.
CUT
O presidente da entidade sindical ainda avaliou que, mesmo com recuos em relação à proposta original enviada pelo governo, o texto do deputado federal Arthur Maia (PPS-BA), relator da reforma da Previdência criada na comissão especial da Câmara dos Deputados para estudar o tema, ainda é “muito duro”, assim como os pontos previstos na reforma trabalhista. “Achamos que é um passo favorável que o governo deu [as mudanças na reforma da previdência], mas ainda não resguarda totalmente o brasileiro.

A expectativa de vida do brasileiro se modifica por cada região. No norte e no sul, por exemplo, é diferente. É muito tempo de contribuição para que os trabalhadores possam obter o benefício”, afirmou. “Os empregadores vão fazer de tudo para que prevaleçam suas posições. A própria questão do imposto sindical desmonta a configuração sindical, o movimento sindical”, criticou em relação à reforma trabalhista. As duas centrais ainda prometeram atos para o 1º de maio, Dia do Trabalhador. Mas a data não será marcada apenas por protestos, mas também por diversão para os trabalhadores. “Primeiro, vamos fazer um arrastão saindo do Cristo da Barra até o Farol da Barra. De lá, vamos comemorar, vamos levar grandes atrações musicais, das 14 às 19h. Ainda não fechamos as atrações”, apontou. *Bahia Notícias

QUALIFICA CHEGA A CAIRU

Qualifica

Segurança, educação, saúde e estrutura hídrica marcam a agenda do governador Rui Costa nesta semana

Na última semana do mês de abril, o governador Rui Costa cumpre vários compromissos em Salvador e no interior do estado. Nesta terça-feira (25), às 9h, na capital baiana, Rui participa da solenidade de entrega de armamentos para a segurança pública estadual. São 100 fuzis, doados pela Marinha do Brasil, sendo 85 para a Polícia Militar e 15 para a Polícia Civil. O ato acontece na sede do 2º Distrito Naval, localizado no bairro do comércio, em Salvador. Já às 16h, Rui recebe no prédio da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), professor José Bites de Carvalho. Na ocasião, será discutido e apresentado o quadro de investimentos prioritários da instituição de ensino superior.

Rui-Costa-BahiaNa quinta-feira (27), Rui viaja para o município de Itabuna, no sul do estado, onde às 9h30 participa do lançamento do programa Escolas Culturais. As apresentações, com grupos de dança, teatro, ciência e cultura, além de projeção de vídeos, fazem parte das atividades que acontecem no auditório do Centro Territorial de Educação Profissional Litoral Sul II (CETEP), em Itabuna.

Já na sexta-feira (28), o governador Rui Costa visita a cidade de Valença, no baixo sul do estado. Dando início aos compromissos no município, Rui visita, às 9h30, a sede da 33ª Companhia Independente da Polícia Militar, localizada na Rua Augusta Messias Guimarães, no Centro Social Urbano, no bairro da Graça. Ele também assina ordem de serviço para a construção da Policlínica da região de Valença, inaugura a rede elétrica no Quilombo de Novo Horizonte e a nova sede do Posto Rodoviário do 4º Pelotão da 5ª Companhia de Polícia Rodoviária Estadual. Ainda no município, o governador entrega um barco equipado para pesca oceânica à Associação Beneficente dos Pescadores do Baixo Sul da Bahia, duas viaturas e autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar três convênios no âmbito do Programa Bahia Produtiva.

No sábado (29), encerrando os compromissos oficiais, o governador Rui Costa cumpre agenda em Itaguaçu da Bahia, na região de Irecê. Às 9h30, ele inaugura o sistema de abastecimento de água e autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação regional (CAR), a celebrarem dois convênios do Programa Bahia Produtiva na área socioambiental. Fechando a agenda no município, Rui Costa inaugura uma creche municipal do Programa Brasil Carinhoso.

Vereadores aprovam Reda para a educação em Cairu. Serão 49 vagas

A Câmara Municipal de Cairu aprovou, por maioria dos presentes, o Projeto de Lei n° 441, de autoria do Poder Executivo municipal que cria 49 cargos temporários, autorizando a contratação de pessoal por tempo determinado para atender a necessidade do setor da educacao municipal .
CCAIRU
A modalidade da contratação será via Reda e tem como objetivo suprir 21 vagas de auxiliar operacional de manutenção e 28 vagas de auxiliar de classe. A lei segue para sanção do prefeito e logo após publicada no Diário Oficial do munícipio serão conhecidos o periodo de inscrições e a data do processo seletivo.

Governador garante reforma em escolas das regioes dos assentamentos do mst

Reformas e construções de escolas e quadras poliesportivas serão realizadas em assentamentos do Movimento dos Sem Terra (MST) na Bahia. A educação no campo é um dos itens da pauta discutida na quinta-feira (20), em reunião realizada na Governadoria, entre o governador Rui Costa, representantes do MST e os secretários de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, da Educação, Walter Pinheiro, e das Relações Institucionais, Josias Gomes. Além de educação, também foram discutidos abastecimento hídrico, infraestrutura e, principalmente, produção.
RC
Para o diretor do MST na Bahia, Evanildo Costa, a reunião mostra que o Governo do Estado continua aberto ao diálogo. “O secretário Walter Pinheiro esteve, na semana passada, em várias regiões, fazendo o levantamento das escolas que precisam ser ampliadas, das que precisam ser construídas e da necessidade de quadras poliesportivas. O governador garantiu, aqui, que as demandas em relação às escolas e de quadras serão atendidas”.

Segundo Evanildo, também foi discutido o fortalecimento das cadeias produtivas. “Nós já estamos implementando algumas, no caso do leite e do café, no sudoeste, na Chapada Diamantina e no extremo-sul. O governador também se comprometeu em ampliar cadeias produtivas em outras regiões, como o cacau, no sul e baixo sul, a fruticultura, no norte, e o café, no extremo sul. São questões importantes para ajudar a melhorar a vida das famílias que vivem nos assentamentos”.

O secretário Jerônimo Rodrigues informou que a agenda está sendo discutida com o MST desde 2015. “São pautas estratégicas, como a educação, para garantir que no rural o conhecimento seja utilizado para a cidadania e para a produção e comercialização. A água e a infraestrutura também estão sendo desenvolvidas e, naturalmente, o MST traz a pauta da produção e da comercialização. A Secretaria de Desenvolvimento Rural foi criada para isto e, junto com a Secretaria de Relações Institucionais e a Casa Civil, dialogou com as demais secretarias, para definir as condições de atender as pautas mais estratégicas”.

O secretário destacou ainda que, desde o início desta agenda, em 2015, o MST obteve várias conquistas. “São equipamentos tecnológicos, a exemplo de tratores para preparação de solo e temos uma agenda em bom andamento de agroindústrias, por exemplo”. Jerônimo também observou que, em plena crise econômica e institucional, o governador Rui Costa mantém o seu compromisso de início de governo, de dialogar sempre com os movimentos sociais. “O MST tem feito as caminhadas do interior até Salvador, e este período de abril e maio é quando eles vêm negociando a pauta e os outros estados não fazem isso com a mesma proeminência que o governador Rui Costa tem feito”. – See more at: http://www.jornalbahiaonline.com.br/noticia/34119/governador_garante_reforma_em_escolas_das_regioes_dos_assentamentos_do_mst#sthash.fTHtEuQy.dpuf

Cairu Participa de Oficina de Atualização do Mapa Turístico

A secretaria municipal de Turismo de Cairu participou nesta quarta-feira (19) da oficina promovida pela Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) visando à atualização do Mapa Turístico. Cidades de toda a Bahia têm formado grupos de trabalho para traçar os perfis dos municípios e analisar o desempenho da economia do turismo com o objetivo de facilitar o posterior planejamento de ações de desenvolvimento nesta área.

O processo de atualização do mapa prevê a categorização dos municípios a partir de critérios que traduzem a dimensão da economia do turismo. São quatro as variáveis para a classificação nas categorias A, B ou C: número de empregos formais no setor de hospedagem; número de estabelecimento formal no setor de hospedagem; estimativa do fluxo turístico doméstico e a estimativa do fluxo internacional.

Atualmente,Salvador, Morro de São Paulo, Porto Seguro e Praia do Forte são os destinos baianos com nota ‘A’ no Mapa Turístico Nacional que é lançado Ministério do Turismo (Mtur).O mapeamento fornece subsídios ao MTur para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para o setor, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo nos destinos brasileiros. É um importante instrumento de planejamento e alocação de recursos.

Mapas

Para ser classificado como município turístico é necessária a existência de um órgão municipal de turismo e a comprovação de dotação orçamentária para investimento neste setor. Um conselho municipal de turismo em atividade e a assinatura de um termo de compromisso para realização das ações necessárias e adesão ao Programa de Regionalização do Turismo também estão entre os requisitos.

Dos 417 municípios baianos, o Mapa do Turismo Brasileiro contemplou 118 cidades, distribuídas entre 13 zonas. O processo em andamento segue critérios fixados pela portaria número 268/ 2016, que determina a atualização do mapa a cada dois anos, coincidindo com o início das novas gestões estaduais e municipais.

Prefeito Fernando Brito empossa Agentes de Endemias

O prefeito de Cairu, Fernando Brito, empossou na manhã desta quarta-feira (19/04) dezessete Agentes de Endemias ,aprovados em concurso público em 2016. Na semana passada já haviam sido empossados pelo prefeito doze novos Agentes Comunitários de Saúde.
Agentes de saúdeAgentes de saúde
Os agentes de endemias são os responsáveis por orientar a população sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, zika e chikungunya. Os profissionais verificam a existência de focos do mosquito em residências, orientam os moradores com materiais educativos e entregam sacos de lixo para armazenar materiais inservíveis.

A secretária da Saúde, Italuana Guimarães, reforçou a importância do trabalho dos agentes. ” É graças ao esforço dos Agentes de Endemias que atuam nas localidades no dia a dia, que seguimos nessa redução de casos de epidemias provocadas pelo Aedes Aegypti, mesmo no período chuvoso”, lembrou a secretária.

Segundo o prefeito Fernando Brito, as ações como a contratação de novos servidores públicos através dos concursos reflete em índices positivos para a saúde do município. Na oportunidade, os novos agentes também receberam kits com uma sacola contendo todos os equipamentos necessários para o trabalho.

Equipamento vai beneficiar 15 municípios e tem por objetivo realizar exames de média e alta complexidade

Por Magno Jouber

Começou na última quinta-feira (13) as intervenções no Centro Social Urbano de Valença (CSU), para a construção da Policlínica Regional. A Empresa KG Construções Ltda, vencedora da licitação para construção do equipamento, já está com suas máquinas fazendo a adequação da área para dar início à obra. Os trabalhos da KG antecipam a vida do governado Rui Costa ao município, na próxima quinta-feira (20), para assinar a ordem de serviço.
1_policlinica
A Policlínica é a mais nova aposta do governo do estado para melhorar os serviços de saúde na Bahia. Para isso, os municípios de Valença, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Igrapiúna, Camamu, Cairu, Gandu, Piraí do Norte, Teolândia e Wenceslau Guimarães formalizaram no último dia 06, o Consórcio Interfederativo de Saúde para gestão da Policlínica. Regulamentados por meio de lei estadual sancionada pelo governador em setembro de 2015, os consórcios de saúde são voltados para a ampliação e descentralização de serviços de saúde e o reequilíbrio financeiro dos municípios. O modelo prevê a construção de policlínicas na Bahia com até 13 especialidades e 32 serviços e equipamentos – tomógrafos, ressonância magnética, rastreamento de câncer de mama, entre outros exames.

A Policlínica Regional custará cerca de R$ 20 milhões, entre obras e equipamentos que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado. Já a manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios consorciados, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população.