Monthly Archives: julho 2018

Axé Music é tema de debate na nova sede da Faculdade Baiana de Direito

original_WhatsApp Image 2018-07-30 at 14.11.34
O documentário ‘Axé: Canto do Povo de Um Lugar’ foi exibido para alunos e professores e contou com a presença de personalidades que contribuíram para esse gênero musical baiano

A instituição preparou uma programação especial para apresentar a nova unidade, no Costa Azul, aos alunos. E com o auditório Pontes de Miranda lotado, o dia de celebrações foi iniciado, na manhã desta segunda (30). Além da exibição do documentário, teve oficina gastronômica sustentável, feirinha artesanal e, para finalizar, atração musical.

Por volta das 9h, calouros, veteranos, professores e diretores da Faculdade Baiana de Direito assistiram o documentário ‘Axé: Canto do Povo de Um Lugar’, dirigido pelo cineasta baiano Chico Kértesz.

O longa conta com relatos de grandes nomes do cenário musical baiano como Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Luiz Caldas, Daniela Mercury, Gilberto Gil, Caetano Veloso, além de produtores, compositores, jornalistas, radialistas e empresários e traz uma perspectiva sobre a trajetória do gênero, desde o nascimento até os dias de hoje.

Após a exibição do filme, o debate foi iniciado e contou com a presença de Chico Kértesz, do empresário de Ivete Sangalo, Fabio Almeida, do produtor argentino Nestor Madrid, do diretor acadêmico Fredie Didier Júnior, do diretor geral Valton Dória Pessoa, do professor Sebastião Mello e do sócio da faculdade Guilherme Bellintani.

O debate acompanhou a cronologia do documentário, do auge à “decadência” da axé music. Segundo Fredie Didier, “houve, sim, um enfraquecimento do movimento, mas não se pode afirmar que um gênero que há cerca de 30 anos continua lançando sucessos está ou viveu uma decadência”, pontua Fredie.

Já para Guilherme Bellintani, o Carnaval baiano precisa acompanhar os movimentos ‘desorganizados’ que estão dando certo em outras capitais. “Se você tirar os camarotes do circuito, o que isso irá representar no número de foliões? Cerca de 3% apenas, que é o público que consome esse serviço. Agora, sem os blocos, bloquinhos ou fanfarras, que está em alta no Rio de Janeiro e São Paulo, o Carnaval não existe”, opina Bellintani.

O empresário Fabio Almeida ressaltou os elevados custos para colocar um trio na avenida e defendeu a importância de investimentos nesse setor. “Como Bellintani bem disse, o Carnaval é feito por eles (trios elétricos). Não dá para imaginar o Carnaval sem eles, muito menos esperar que os artistas assumam todas as despesas, só para manter a festa”, afirma o empresário.

O debate entrou no início da tarde e, por volta das 13h, o professor Sebastião Mello agradeceu os presentes e adiantou que precisaria de mais um encontro para esgotar o assunto. Ao final, todos aplaudiram de pé.

Catador cria carregador de celular que dispensa tomada

f78f0881d41f6249b553ae48d4d153d2
Um catador de recicláveis para lá de criativo montou um carregador de bateria de celular que não precisa de uma tomada de energia por perto para carregar. O autor da engenhoca – feita com restos de lixo – é Celso Aristimunho, de 60 anos, morador de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

O aparelho, todo envolvido em fita isolante, é capaz de carregar bateria e também acender duas lanternas, sem ligar na tomada. Ele tem um adaptador instalado na lateral para plugar o carregador de celular. Celso gira uma manivela e, em questão de segundos, aparece o sinal de bateria sendo carregada.

Ele criou esse aparelho pensando nas pessoas que se perdem em locais de difícil acesso: “Fico pensando nesse pessoal que se perde no mato, nos lugares distantes ou mesmo em alto-mar. Pode salvar vidas, né? Para fazer isso, usei restos de ventilador que encontrei na rua”, explica ao G1.

RESULTADO POSITIVO PARA O REAL PC

IMG-20180731-WA0034_2

IMG-20180730-WA0065
As meninas do Real PC Morro de São Paulo, equipe de futebol que conta com o apoio da administração municipal por meio da Secretaria da Juventude, segue levando o nome do município e dando visibilidade ao futebol feminino. Mais um resultado positivo foi conquistado pelo time, que conta com o trabalho tático do treinador Charles Miller. Desta vez, as garotas obtiveram o 5° lugar no Circuito Baiano de Futsal Feminino, realizado entre os dias 27 e 29 de julho, em Paulo Afonso.

A competição contou com a participação de 32 equipes. A classificação geral ficou assim:

Campeã Aabb de Paulo Afonso
Vice campeã Veteranas Riachão do Pombal
3° lugar Paulistana Paulo Afonso
4° lugar Estrela Altos de Serrinha
5° lugar Real PC Morro de São Paulo
6° lugar União Saj de Santo Antônio
7° lugar Brinq de Muriceba
8°lugar Araci de Araci

MORTES NO TRÂNSITO: Ministério das Cidades, Cervejaria Ambev e Instituto Tellus assinam parceria para reduzir pela metade mortes no trânsito no Brasil

images
Objetivo é reduzir número de mortes no trânsito em, pelo menos, 50% até 2028. Cervejaria Ambev é a principal parceira do novo programa Movimento Nacional de Segurança Viária; Iniciativa entre o poder público e o Instituto Tellus vai permitir a execução do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans).

Brasília, 30 de julho de 2018 – O Ministério das Cidades, por meio do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e o Instituto Tellus (OSCIP), fecham parceria para implementar o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), que tem como objetivo reduzir pela metade, em um período de dez anos, o índice de mortes no trânsito no país.

Criado em janeiro de 2018, o Pnatrans surge para atuar na segunda maior causa de morte externa no Brasil (40.000 mortes/ano): os acidentes de trânsito, a Cervejaria Ambev assume o papel de principal apoiadora da parceria entre o órgão público e o Instituto Tellus. Com o início das atividades, o Movimento espera conseguir a adesão de outras empresas engajadas nesta mesma causa.

Dentre as primeiras etapas do plano está o diagnóstico nacional das fontes de dados de segurança viária, que visa mapear as informações disponíveis em bases de dados de diferentes órgãos municipais, estaduais e federais e unificá-los em um sistema próprio. Com isso, os esforços e ações poderão ser direcionados de maneira mais transparente e efetiva para a melhoria da gestão da segurança viária.

Nesse primeiro estágio, o Instituto Tellus, em parceria com a consultoria Falconi e com o apoio de cerca de R$ 1 milhão da Cervejaria Ambev, irá coletar informações e estatísticas de segurança viária junto aos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) nos 09 estados e no Distrito Federal, criando assim um diagnóstico inicial da segurança viária no Brasil, identificando as principais causas dos acidentes para então definir as frentes de atuação do programa.

Já a etapa seguinte do plano de trabalho do Pnatrans irá contemplar os demais 16 estados. A partir desse diagnóstico, será definida e implantada uma metodologia de coleta, tratamento e divulgação dos dados nacionais, além de metodologias de desdobramento, e comunicação das metas a serem definidas para que, em dez anos, o índice nacional de mortes no trânsito caia 50%.

“Consideramos fundamental a parceria com o Instituto Tellus, por meio da Cervejaria Ambev e da Consultoria Falconi. Temos convicção de que essas ações vão contribuir para encontrarmos soluções para um problema comum às nossas sociedades”, diz o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Como uma organização da sociedade civil que apoia melhorias de políticas públicas e que tem o propósito contribuir para formação de um ecossistema de inovação em serviços públicos no Brasil, o Instituto Tellus considera o Programa fundamental para alcançar resultados mais efetivos e sustentáveis no longo prazo. “Acreditamos que a estruturação e divulgação do diagnóstico nacional das fontes de dados de segurança viária irão ajudar a fomentar novas iniciativas para redução de mortes e salvamento de vidas”, explica o diretor presidente do Tellus, Germano Guimarães.

“Para diminuir as mortes no trânsito, acreditamos que é necessário ir além das campanhas de conscientização. Temos o trânsito seguro e o consumo consciente de bebidas alcoólicas como temas de extrema importância para nós quanto a qualidade de nossos produtos. Para colocar de pé esse objetivo, é preciso juntar nossa energia com o banco de dados do poder público para agir, de fato, onde os acidentes acontecem. Assim como fizemos com ações como o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, em São Paulo, e o Brasília Vida Segura, que superou em 40% a meta do primeiro ano de vidas salvas por acidentes de trânsito no Distrito Federal. Lado a lado, agora podemos ajudar a implementar um sistema de gestão eficiente e que traga resultados para o país inteiro”, comenta Pedro Mariani, vice-presente de Relações Corporativas da Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas.

Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro.

Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

FONTE: LK COMUNICAÇÃO

CÂMARA DE VEREADORES DE VALENÇA É INTERDITADA

38063054_1783214671755758_9052450974337073152_n

Após reforma, Colégio Municipal de São Sebastião ganha novo mobiliário

IMG-20180727-WA0068
Os estudantes e professores do Colégio Municipal de São Sebastião agora contam com muito mais conforto e segurança na sala de aula. A Prefeitura de Cairu, por meio da Secretaria da Educação, já entregou o novo e moderno mobiliário da unidade escolar.

Recentemente, o Colégio de São Sebastião também passou por uma reforma geral. Os serviços englobaram reparos no telhado, substituição de todo o piso, revisão das instalações elétricas e hidro sanitárias, revisão de portas e janelas, e pintura. Além de tornar o ambiente escolar mais agradável, as ações promovem melhores condições para o ensino e a aprendizagem, garantindo mais comodidade para todos.

Em breve, será a vez dos estudantes da Sede ganharem um ambiente escolar totalmente reformado para estudar. A Escola Abdon Abdala Ché está ganhando os últimos retoques para ser reinaugurado.

FB_IMG_1532903660010 (1)

IMG-20180727-WA0071

Capitania dos Portos e Prefeitura de Cairu realizam grande operação no arquipélago

FB_IMG_1532903660010 (1)
Uma grande operação envolvendo 25 agentes, lanchas, jet skys e o apoio de um navio está sendo realizada pela Capitania dos Portos em parceria com a Prefeitura de Cairu, por meio da Secretaria de Turismo, desde a última sexta-feira e prossegue até esta segunda, 30/07. A operação abrange desde o embarque e desembarque no Atracadouro de Bom Jardim, em Valença, bem como os passeios para Gamboa e a saída dos passeios turísticos em Morro de São Paulo e Boipeba. A operação contou com a coordenação do Comandante Geral e Capitão de Mar e Guerra, Leonardo Silva.

De acordo com a Capitania dos Portos, o principal objetivo da ação é combater irregularidades e infrações à Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário, as equipes de inspeção verificam itens como: habilitação dos condutores; documentação das embarcações; material de salvatagem, como coletes e boias salva-vidas; extintores de incêndio; luzes de navegação; lotação; estado das embarcações; entre outros itens.

São consideradas infrações graves: conduzir embarcação (lancha, motoaquática, etc) sem ser habilitado; conduzir embarcação após ter ingerido bebida alcoólica; conduzir embarcação com excesso de passageiros.

A Capitania também alerta e orienta os condutores para os dez mandamentos de segurança no mar:
1 – Faça uma manutenção correta de sua embarcação;
2 – Tenha a bordo todo o material de salvatagem prescrito pela Capitania;
3 – Respeite a lotação máxima da embarcação e tenha a bordo coletes salva-vidas para todos;
4 – Mantenha os extintores de incêndio em bom estado e dentro da validade;
5 – Ao sair, informe o seu plano de navegação ao seu Clube, Marina ou Condomínio;
6 – Conduza sua embarcação com prudência e em velocidade compatível para evitar acidentes;
7 – Se beber passe o timão a alguém habilitado;
8 – Mantenha distância das praias e dos banhistas;
9 – Respeite a vida, seja solidário, preste socorro; e
10 – Não polua o mar e os rios

Show encerra comemoração dos 85 anos de Ubaitaba

unnamed (1)
Um público, majoritariamente jovem, prestigiou na noite de sexta-feira, 27, na Praça Cultural, o encerramento das comemorações pela passagem dos 85 anos de emancipação de Ubaitaba. Antes das apresentações da banda Red Lion e dos cantores Danilo Sena e Marly Brasil, aconteceu o Festival Anual de Música e Poesia sob o slogan “Cantam e Encantam Ubaitaba – Cidade das Canoas”, que distribuiu premiação em dinheiro aos primeiros colocados.
unnamed (2)
Ao saudar o público presente na festa de aniversário da cidade, a prefeita Suka Carneiro destacou a participação dos cidadãos que construíram e constroem uma Ubaitaba dinâmica e hospitaleira. Destacou a entrega de obras de pavimentação de ruas nos bairros Bela Vista, José Guilherme Correia (Zitão) e Novo Olímpia e no Distrito de Faisqueira e colocação do nome de pessoas que se destacaram em cada uma delas como uma homenagem.

Pelo seu trabalho à frente da gestão municipal, a prefeita ganhou um retrato pintado pelo artista plástico Márcio Ferreira Muniz, conhecido popularmente como Márcio Gari. Autodidata, o artista há pelo menos 15 anos se dedica às artes plásticas, particularmente à pintura de retratos de pessoas. “O presente que dei à prefeita Suka Carneiro é a expressão do reconhecimento à sua dedicação em favor dos que mais necessitam”, disse.

Gestão municipal de Cairu participa da terceira edição do UPB Capacita

Valdinei-280x222
A gestão municipal de Cairu esteve representada pelo Secretário da Administração, Valdinei Cruz, bem como pelo Supervisor de Serviços Públicos, Bruno Maia, e pelo Supervisor de Administração, Adilton Pereira, na terceira edição do UPB Capacita. O evento gratuito, que oferece orientações para o aprimoramento da gestão municipal, é uma iniciativa da União dos Municípios da Bahia (UPB), sendo sediado em Itaparica, no Centro de Convenções do Grande Hotel SESC. Um total de 50 municípios participaram, contemplando 04 Consórcios Intermunicipais.

Diversos temas relacionados a gestão municipal foram abordados, com destaque para: UPB e os municípios; Consequências das contratações sem licitações; Prestação de contas municipais na visão do TCE e TCM; A comunicação em benefício da gestão pública; captação e bloqueio de recursos da União; Eficientização dos projetos de engenharia para os municípios; Regularização Fundiária Urbana e a Reforma Tributária dos Municípios.

Idealizador dos encontros, o presidente da UPB, Eures Ribeiro, destaca que “queremos contribuir para a excelência da gestão municipal. Sabemos que os benefícios adquiridos por meio das capacitações promovidas pela UPB são revertidos para a população, por meio de gestões eficientes e de qualidade.

ABJ: 9 ANOS DE LIBERDADE PROFISSIONAL

Por Antonio Vieira, presidente da ABJ
image5916717
Tudo começou com a ação judicial em 2001 do Procurador da República do MPF-SP, André de Carvalho Ramos autor da ação que levou a vitória final no STF em 2009

Durante está longa batalha judicial fundamos o MDJSD – Movimento em Defesa dos Jornalistas sem Diploma que foi fundamental para contrapor os que defendiam a manutenção da exigência de diploma para o exercício profissional

Após a decisão definitiva do STF em 2009 que reconheceu que a exigência de diploma era totalmente inconstitucional e ainda por cima era uma legislação que perdurava dos tempos da ditadura militar ou seja nada mais dinossáurico do que este tipo de exigência que não existe na quase totalidade dos demais países do mundo

Logo após a decisão do STF fundamos a ABJ – Associação Brasileira dos Jornalistas numa reunião histórica, em 26/07/2009 em Brasilia onde reunimos jornalistas de todo o Brasil

Começamos neste dia a saga de instalar e fazer funcionar uma entidade nacional de jornalistas que contava com recursos mínimos para está tarefa hercúlea tendo em vista os altos custos de se manter uma entidade nacional com sede em Brasilia

A vontade e determinação foram mais fortes e mesmo com muitos altos e baixos estamos conseguindo realizar este sonho comum de muitos jornalistas que mantem a chama da liberdade do exercício profissional acessa e atuante independente de ter ou não um diploma de jornalista

Ao contrario do que previam as vozes contrarias a decisão do STF, a decisão não trouxe nenhum trauma ao mercado de trabalho e legalizou milhares de jornalistas que já exerciam a profissão mesmo sem diploma e eram perseguidos, processados e multados

Com as profundas transformações que a internet e toda a migração dos meios de comunicação vem sofrendo deixando de funcionar em meio impresso e outros e passando a funcionar no meio digital muitas oportunidades de trabalho foram criadas em função das facilidades que a internet possibilitou para uma atuação independente e especializada através de sites, blogs e redes sociais o que vem mudando profundamente os modelos de negocio na área jornalistica

A convergência de todos os meios para o mundo digital dita a tendencia em rápida aceleração exponencial. Novas tecnologias descobertas originam inúmeras possibilidades. E, uma vez combinadas, estas possibilidades originam inúmeras novas alternativas. Estamos apenas no inicio deste novo mundo digital com suas fantásticas possibilidades.

Um novo mundo está se abrindo e o velho mundo se encerrando, a quebra do Grupo Abril é um acontecimento muito simbólico assim como a total perda de credibilidade e audiência dos grandes meios de comunicação ao defenderem o golpe de 2016 e abusarem de seus leitores com manipulações evidentes e fake news.

Porem a sabedoria chinesa ensina: o ideograma de crise e o mesmo de oportunidade por isso devemos focar nas oportunidades para ultrapassar a profunda crise que o Brasil vive atualmente bem como a profunda mudança nos modelos de negocio na área jornalistica

Assim como muitos outros golpes e crises passaram o atual golpe de 2016 e suas consequências nefastas também passarão e o Brasil voltará a seu caminho natural de ser uma das maiores nações do mundo e nesta passagem as comunicações e o jornalismo também mudarão completamente de rumo.

AUTOR:

Antonio Vieira é presidente da ABJ e um amante das comunicações e do jornalismo