Coleta e troca do óleo de cozinha

Bom para você melhor para o meio ambiente. More »

Violência Contra Mulher

O orgulho não foi feito para o homem, nem a ira violenta para os nascidos de mulher. (Eclesiástico 10,18) More »

Mais Cultura no Bairro da Bolivia

Aulas pensadas para trabalhar a Saúde. Desde a adolescência até a terceira idade. More »

Blitz Educativa

“Proteja-se! Use o cinto de segurança” More »

ESCOLA COMUNIDADE QUILOMBOLA

Comunidade Quilombola com melhor educação. More »

 

Escola na Espanha ensina a ser pastor

cc6cc1ba52b195ba1e99391ffd4ece9d-783x450
As gerações mais novas ouvem repetidamente dizer que a agricultura e a pecuária não são profissões do futuro, mas a Escola de Pastores da Catalunha nasceu há dez anos para contrariar essa afirmação.

A Escola de Pastores da Catalunha nasceu há dez anos e é direcionada a um público jovem, entre 12 e 35 anos, e recebe anualmente dezenas de candidaturas.

Em entrevista ao P3, o fotógrafo Joan Alvado informa que os aspirantes a pastores chegam de toda a Catalunha, “mas também de todo o território espanhol”. “A maioria, no entanto, tem cerca de 30 anos e frequenta a escola por sentir vocação para a pastorícia”.

Entre 2010 e 2014, o fotógrafo acompanhou o percurso dos estudantes da escola, período que resultou no fotolivro Escola de Pastors, que foi publicado recentemente. “Comecei a fotografá-los quando frequentavam o estágio curricular, mas nos últimos anos comecei a acompanhar alguns dos pastores que conseguiam estabelecer seu próprio projeto.”

O trabalho fotográfico de Alvado tem um propósito: passar a mensagem da regeneração e rejuvenescimento do setor agrícola na Espanha.

“A profissão de pastor é sempre entendida como nostálgica, à beira da extinção. Um pastor não é visto como alguém que tenha um emprego, muito menos um emprego com futuro ou atrativo para os jovens. Por isso, na primeira vez em que ouvi falar da escola, fiquei surpreendido por perceber que existe interesse de tantos jovens no setor. Foi algo inesperado”, contou o fotógrafo.

No início do projeto, ele temeu que o tema fosse entendido como de interesse local, mas rapidamente percebeu que a história que conta em fotografias tem uma dimensão universal. “A maior parte das pessoas vive nas cidades, mas mantém um vínculo familiar com o mundo rural que não ultrapassa as duas gerações. Esta é uma história que tem a capacidade de nos tocar emocionalmente por esse motivo e eu acho isso muito bonito.”

Joan Alvado não frequenta a escola, mas nunca esqueceu esse laço pessoal, motivo pelo qual dedicou seu fotolivro ao avô, que é pastor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>