Coleta e troca do óleo de cozinha

Bom para você melhor para o meio ambiente. More »

Violência Contra Mulher

O orgulho não foi feito para o homem, nem a ira violenta para os nascidos de mulher. (Eclesiástico 10,18) More »

Mais Cultura no Bairro da Bolivia

Aulas pensadas para trabalhar a Saúde. Desde a adolescência até a terceira idade. More »

Blitz Educativa

“Proteja-se! Use o cinto de segurança” More »

ESCOLA COMUNIDADE QUILOMBOLA

Comunidade Quilombola com melhor educação. More »

 

Site lista lugares famosos onde o “pau de selfie” foi proibido

O portal “Can I Bring My Selfie Stick” foi criado para ajudar os turistas a descobrir quais pontos turísticos proíbem o acessório; listagem conta com mais de cem lugares

Nos últimos anos, os celulares mudaram radicalmente o modo como os turistas registram suas viagens. Se antes, os filmes das câmeras se resumiam a algumas dezenas de fotos, com o advento maciço dos “smartphones”, os viajantes passaram a fotografar muito mais, e ainda compartilhar as poses em redes sociais como o Instagram – tudo muito rápido, simples e prático.

Para deixar as imagens ainda mais perfeitas, surgiram aplicativos, acessórios, filtros e modernos recursos que abarrotam as vitrines das lojas de eletrônicos. Contudo, poucos fizeram tanto sucesso quanto os “paus de selfie”. Os bastões, que se acoplam ao telefone e aumentam o ângulo dos autorretratos, apareceram no mercado há pouco tempo e, com a mesma rapidez que se popularizou, foi proibido na maioria dos lugares turísticos.

Atualmente, a principal dúvida dos viajantes é se devem ou não carregar o apretrecho. Pois o site “Can I Bring My Selfie Stick” (“Posso levar meu bastão de selfie?”, na tradução livre) foi criado justamente para ajudar quem faz questão de usar o faciitador de “selfies”. A página lista cerca de cem atrações turísticas que permitem, ou não, o uso da ferramenta.

De acordo com o portal, lugares como a Acrópole, na Grécia, o Palácio de Buckingham, o Museu do Louvre e a Torre Eiffel, na França, ainda aceitam o acessório em suas dependências. Museus e estádios de futebol estão entre os que mais baniram, assim como todos os parques da Disney e praticamente todos os estabelecimentos públicos da Inglaterra. A lista de locais que proíbem só cresce.
selfieee

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>