Coleta e troca do óleo de cozinha

Bom para você melhor para o meio ambiente. More »

DIA DAS MÃES

Mãe: palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Feliz Dia das Mães! More »

Violência Contra Mulher

O orgulho não foi feito para o homem, nem a ira violenta para os nascidos de mulher. (Eclesiástico 10,18) More »

 

ATRIZ ALBA CRISTINA PARTICIPA DE FEIJOADA VIB NA ALEMANHA

A atriz, arte-educadora e Ialorixá baiana Alba Cristina, Ya Darabi, participará da quinta edição da Feijoada VIB em Munique, Alemanha. O evento será realizado no dia 24 de Outubro no renomado Hotel Hilton. A tradicional festa brasileira em solo europeu tem este ano como tema a Bahia. O evento idealizado e produzido pela Promoter Simone Weissmann visa reconhecer o talento de brasileiros que se destacam em terras germânicas. Este ano além da atriz grapiúna, também estará presente parte do elenco do premiado filme Bach in Brazil, os atores Aldri Anunciação, Edgar Selge e Franziska Walser receberão prêmios em reconhecimento por seus trabalhos. Também estará presente o renomado fotógrafo carioca Renan Cepeda.

O convite para a comemoração foi feito a Alba justamente pela importância de destacar uma artista negra que em toda a sua trajetória tem fortalecido os laços simbólicos entre o Brasil e partes da África.

Alba Cristina despontou na cena artística grapiúna durante a década de 1980. Trabalhou ao lado de grandes nomes do teatro, como o lendário diretor, ator e coreógrafo Mário Gusmão, que criou e dirigiu o grupo “Em Cena”, que revelou nomes como Jackson Costa e Carlos Betão.

Nos anos seguintes, atuou no cinema, em trabalhos como “Palavra e Utopia”, do consagrado cineasta europeu Manuel de Oliveira e no premiado “A Coleção Invisível”, estrelado por Walmor Chagas e Vladmir Britcha e dirigido por Bernard Attal. O longa ganhou o Festival de Gramado 2013 e no mesmo ano foi destaque na Feira do Livro de Frankfurt.

No mês de Julho deste ano Ya Darabi, convidada pelo atuante produtor cultural Joel Ferreira foi à Europa onde se apresentou no Festival Brassevecka na Suécia, encantando uma calorosa platéia e recebendo elogios dos suecos e turistas.

Já a Alemanha entrou na rota dessa fiha de Oxóssi em Agosto de 2015, sendo porta de entrada a cidade de Hamburgo. O professor e produtor cultural Carlos Berg Guerra elaborou uma programação cultural-acadêmica à altura da Yalorixá. À época, Alba Cristina realizou a Roda de Conversa “Energias da Natureza: Orixás e suas Histórias”. O objetivo da atividade foi socializar histórias da tradição oral, dessa forma contribuindo para a valorização das expressões culturais da diáspora africana no Brasil. A partir dessa experiência surgiu a ideia de fortalecer o intercâmbio cultural, ficando a promessa de breve retorno de Alba Cristina.

Durante a Roda de Conversa também foi apresentado aos alemães o projeto sociocultural AMata, do qual Alba Cristina é a coordenadora. O projeto AMata é desenvolvido na comunidade Banco da Vitória, em Ilhéus, com a participação de associados e filhos do terreiro Odé Aladé Ijexá. O propósito é difundir a cultura afro-brasileira, resgatando e valorizando saberes depreciados pelo preconceito racial, promovendo desde a imagem da mulher e do homem negro, quanto a reflexão sobre o combate à violência e ao racismo.

Trinta anos de resistência artística e vivência religiosa – primeiro como filha do Ilê Axé Ijexá Orixá Olufon e agora como ialorixá do Terreiro Odé Aladé Ijexá – deram a Alba Cristina assento permanente entre os grandes nomes da cultura do sul da Bahia. Seu trabalho está registrado também na produção de inúmeras peças publicitárias da região e outras partes da Bahia, Itália, Dinamarca, Alemanha, Áustria, Argentina e Suécia.(Jornal Bahia on line)ACristina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>